• Rafael Oliveira

Os duvidosos cistos da coluna vertebral



A prática médica muitas vezes uniformiza conceitos e condutas com o intuito de administrar de uma forma mais enxuta, rápida e eficaz terapias necessárias. Pesquisadores passam, diuturnamente, escaneando novas patologias, tornando a medicina, cada vez mais, inóspita a médicos generalistas. Muitas vezes, um único sintoma origina uma diferente síndrome, mesmo que o tratamento, se existente, seja o mesmo da condição primordial. Os cistos da coluna vertebral sempre foram um terreno obscuro em minha formação neurológica. O tratamento é algo fácil de ser estabelecido. Todavia, a definição literária das patologias debatia-se contra dificuldades vinculadas às nuances do detalhamento conceitual.

Os cistos justafacetários ou sinoviais são oriundos da sinóvia articular, ou seja, do líquido que preenche as articulações e colabora para o bom funcionamento das mesmas. Sua localização mais comum dá-se entre as vértebras lombares L4-L5. Os cistos perineurais ou de Tarlov são alterações meníngeas extradurais que envolvem fibras das raízes nervosas circundantes, sendo, normalmente, mais dolorosos quando sacrais. Ambos produzem como principal sintoma a dor e podem ser diagnosticados através de exames de imagem como a ressonância nuclear magnética. A fisioterapia costuma ser o tratamento inicial nesses casos. Caso não surta o resultado desejado, a terapia cirúrgica pode ser indicada. Nas lesões sinoviais as opções comumente empregadas são aspirar o cisto, fornecer espaço para a raíz nervosa ou infiltrar a região. Nas lesões de Tarlov deve-se eliminar o abaulamento com sutura de sua parede, mas sem aspiração. Tal fato pode ter como consequência algum déficit neurológico. Discuta essa possibilidade com seu médico.

Observe que duas patologias, com sintomas semelhantes e geralmente unificadas como uma única entidade na prática médica, possuem alguns detalhes diferentes no momento de um manejo mais agressivo. Portanto, deve-se tomar extremo cuidado ao tecer diagnósticos embasados na simplificação do cotidiano médico. Caso contrário, equívocos perigosos poderão ser cometidos.


3,435 visualizações
Dr Rafael Oliveira
2020 - Todos os direitos reservados
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle

UA-77380970-1