• Rafael Oliveira

Maconha e Epilepsia



Motivo de dúvidas e discussões, a maconha, substância proibida no Brasil, vem sendo usada para tratamento de patologias neurológicas. Experts sugerem que seus elementos ativos, o CBD (canabidiol) e o THC (tetrahidrocanabidiol) possuem destacados efeitos neuroprotetores e anti-inflamatórios. Assim, poderiam ter atuação destacada no controle de convulsões e epilepsia . Esquecendo momentaneamente os desentendimentos, vamos analisar o que a ciência diz a respeito. Afinal, toda a opinião médica necessita de embasamento para ser, efetivamente, colocada em prática. Estudos recentes avaliam a atuação do CBD frente a pacientes com epilepsia. Entretanto, as conclusões não são as mais animadoras possíveis. Alguns destacam que, em humanos, são pesquisas inconclusivas e limitadas e outros sugerem a realização de novos trabalhos com o intuito de analisar mais a fundo o uso médico de tal substância. Desse modo, mesmo que seja algo promissor, atualmente, ainda não dispomos de dados que autorizam, inequivocamente, o uso medicinal de CBD e THC, em se tratando de epilepsia.

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24854329

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/25282526


3 visualizações
Dr Rafael Oliveira
2019 - Todos os direitos reservados
  • Instagram - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle

UA-77380970-1