• Rafael Oliveira

O álcool afeta o seu cérebro?



O álcool em quantidades exageradas atua de forma agressiva no Sistema Nervoso Central (SNC) muitas vezes conduzindo seus usuários a circunstâncias crônicas e de difícil manejo. Essa comum substância interfere a nível dos neurotransmissores, tendo atuação mais contundente na dinâmica do GABA. Vários quadros clínicos sucedem-se em decorrência do uso abusivo do álcool. Da comum intoxicação a desconhecida Síndrome de Wernicke-Korsakoff. Na prática, essa última é dividida em duas entidades que desfrutam das mesmas alterações histopatológicas cerebrais, mas que se distanciam nos sinais clínicos. A primeira é caracterizada por um estado confusional agudo (desatenção, indiferença, letargia, redução da fala espontânea), movimentos oculares anormais e marcha atáxica. Já a segunda é reconhecida em pacientes com transtorno amnésico crônico. Ambas são causadas pela deficiência de tiamina, vulgo vitamina B1, que tem sua absorção intestinal reduzida com o consumo elevado de álcool. Se não tratada é uma mazela fatal. Agora, ao corrigir a falta de tal vitamina (50-100mg/dia parenteral com polivitamínicos), os sintomas praticamente desaparecem. Portanto, refere-se a uma condição com ótimo prognóstico.


5 visualizações
Dr Rafael Oliveira
2020 - Todos os direitos reservados
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle

UA-77380970-1