DOENÇA DE PARKINSON

O que é a Doença de Parkinson?

     Os neurotransmissores são peça fundamental para a realização das funções cerebrais. Caso ocorra falha ou ausência desses, os movimentos não ocorrem da maneira desejada ou podem surgir atividades anormais. Na Doença de Parkinson ocorre degeneração dos neurônios responsáveis pela produção da dopamina, um neurotransmissor. Então, como dito anteriormente, situações anormais tornam-se presentes pelo funcionamento não adequado do cérebro. Os neurônios produtores de tal composto químico estão localizados em uma área cerebral conhecida por "substância nigra". 

Clínica e diagnóstico da Doença de Parkinson

    Os sintomas de tal patologia são bem conhecidos. O principal é o tremor de repouso. Ou seja, se existente nas mãos, essas, ao repousaram sobre uma superfície, apresentam constante tremor. Destaco também a rigidez e a bradicinesia. O primeiro se reflete na dificuldade de movimentar as articulações. Essas parecem estar "travadas".  Já o segundo diz respeito a lentidão anormal vista nos movimentos voluntários. Outros sintomas menos comuns incluem : instabilidade postural, micrografia (escrita com letra muito pequena), fácies com aspecto de máscara e o típico estilo de caminhar com passos curtos, a marcha parkinsoniana.

     Atualmente, classificações como a de Hoehn e Yahr têm sido empregadas de rotina com o intuito de determinar o estágio da mazela.     

     Nenhum exame é capaz de estabelecer, com certeza absoluta, o diagnóstico dessa doença. Esse é obtido por análise clínica feita por profissional capacitado, ou seja, um neurologista ou neurocirurgião. É importante salientar também que, muitas situações tais como uso de drogas, envenenamento ou outra doenças podem simular Parkinson. Atualmente, a tecnologia médica tem alcançado bons resultados com análises complementares que sugerem tal patologia. Portanto, caso haja dúvida procure um médico.

   

Qual o tratamento da Doença de Parkinson?

    O tratamento inicial é medicamentoso. E possui ótimo resultados para várias pessoas. O tratamento cirúrgico é reservado para pacientes cuja resposta medicamentosa é falha. Uma novidade surpreendente é o tratamento de tal patologia com dieta. E tal conduta vem apresentando resultados muito satisfatórios. Para maiores esclarecimentos, procure um profissional da área.

Rafael Oliveira - Médico Neurocirurgião e Cirurgia de Coluna

Porto Alegre - RS

Dr Rafael Oliveira
2019 - Todos os direitos reservados
  • Instagram - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle

UA-77380970-1